Santander Reduz Taxa Para Financiamento Da Casa Própria - Construtora Carraro

Taxa das linhas do SFH teve queda de 9,49% para 8,99% ao ano e são mais acessíveis aos clientes do banco. As mudanças serão válidas até 31 de julho.



Tendo se passado pouco mais de uma semana desde que a Caixa Econômica Federal decidiu derrubar a taxa de juros para financiamentos imobiliários, de 10.25% para 9% ao ano, nas linhas do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), o Banco Santander Brasil também anunciou seu mais recente corte na taxa de juros nas suas linhas desse segmento de concessão de crédito.


A instituição financeira, que tinha baixado a taxa de crédito para a casa própria no mês de junho do ano passado (2017), de 9.99% para 9.49%, cortou novamente os juros, desta vez para 8.99% ao ano. A taxa de operações da Carteira Hipotecária (CH) foi reduzida a 9.49%.


As novas taxas serão estendidas até 31 de julho, e valem exclusivamente para os clientes pessoa física do banco. Depois disso, a instituição vai avaliar a conjuntura para decidir se mantém a taxa no mesmo patamar, se realiza uma nova redução, ou se eleva as taxas.


“O crédito imobiliário é um segmento estratégico para nós e a taxa vai se manter até o final de julho, porque o futuro da curva de juros no país passa pelo processo eleitoral. E nós não estamos aqui para adivinhar o que vai acontecer. Não é papel da indústria financeira”, diz o presidente do Santander, Sérgio Rial.


No primeiro trimestre do ano, a carteira de crédito imobiliário do banco Santander para pessoas físicas atingiu R$ 29,1 bilhões, alta de 7,6% ante o mesmo período de 2017 e liderou o ranking de financiamento à aquisição de imóveis com recursos do Sistema Brasileiro de

Poupança e Empréstimos (SBPE), segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).


Fonte: Época Negócios